Escola sem Covid

Pesquisa: 98% dos educadores são contra retorno das atividades presenciais

“A história humana não se desenrola apenas nos campos de batalhas e nos gabinetes presidenciais. Ela se desenrola também nos quintais, entre plantas e galinhas, nas ruas de subúrbios, nas casas de jogos, nos prostíbulos, nos colégios, nas usinas, nos namoros de esquinas. Disso eu quis fazer a minha poesia. Dessa matéria humilde e humilhada, dessa vida obscura e injustiçada, porque o canto não pode ser uma traição à vida, e só é justo cantar se o nosso canto arrasta consigo as pessoas e as coisas que não tem voz”.

[Ferreira Gullar]

Na última quarta-feira o BLOG SOMOS TODOS EDUCADORES propôs uma PESQUISA de caráter não oficial, destinada aos profissionais da educação de SBC, a ser preenchida de livre e espontânea vontade para manifestarmos as nossas opiniões a respeito da possibilidade de retorno das atividades letivas presenciais e, com isso, fazer valer a nossa voz, tornando-a pública para todos aqueles que desejarem se fazer ouvir.

Neste post, publicamos o resultado da pesquisa, que teve um alcance muito além das nossas expectativas iniciais e que oferece uma amostra representativa e significativa do que pensam os educadores da rede municipal de São Bernardo do Campo.

A absoluta maioria (98%) dos educadores é contrária ao retorno presencial das atividades letivas e está disposta a estudar opções de ações coletivas para evitar um retorno presencial em meio à pandemia.

Além da consciência dos sérios riscos envolvidos em um retorno presencial precipitado dadas as condições estruturais das escolas e de organização das rotinas em ambientes de convivência coletiva, as questões de saúde dos educadores sugerem motivos da contrariedade quanto ao retorno neste momento: 1/4 dos educadores fazem parte do grupo de risco; 60% residem com pessoas do grupo de risco; 37,5% possuem filhos menores de idade e que teriam de deixar sob os cuidados de pessoas que fazem parte de risco.

Não se trata, portanto, de uma mera preocupação com a própria saúde; a preocupação é com a saúde e a preservação da vida de outras pessoas também, de suas famílias, dos alunos e das famílias dos alunos.

Mesmo em países desenvolvidos e com maior controle da pandemia, o retorno das atividades letivas presenciais acarretou em aumento de contágios entre educadores e alunos. Na primeira semana de setembro, França fechou 28 escolas após registrar aumento de casos de covid-19. Em maio, havia fechado 70.

Já no Brasil – onde há um governo federal negacionista e que sistematicamente boicota e desestimula as medidas sanitárias – só para citar um exemplo, após três semanas de retorno presencial, 7,6% de profissionais da educação Estado do Amazonas testaram positivo para covid-19.

Ainda que nos peçam calma, e calma devemos sempre ter, assim como temos compromisso de sobra, as preocupações dos educadores de São Bernardo do Campo precisam não apenas serem ouvidas como, sobretudo, consideradas.

Agradecemos a cada um das/os educadores que manifestou suas opiniões e desde já contamos com a colaboração de todos e todas para dar ampla divulgação da pesquisa por meio de seus canais de comunicação pessoais, lembrando que no Brasil (AINDA) existe uma Constituição Federal que assegura a TODOS:

  • A livre manifestação de pensamento!
  • A inviolabilidade da liberdade de consciência!
  • A liberdade da expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença!
  • O acesso à informação, resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional!

Se ninguém nos ouve, nos façamos ouvir então! Eis aqui as nossas vozes!!!

TODOS OS COMENTÁRIOS

1Parabéns por sua iniciativa
2Se as aulas presenciais voltarem, voltarei a trabalhar presencial, porém por obrigaçao e nao por opçao. Nao me responsabilizo por qualquer contaminaçao que venha a ocorrer, tanto minha quanto das crianças. Se os adiministradores da cidade resolverem que devemos voltar eles devem se responsabilizar por qualquer contaminiçao que venha a acontecer, visto que as crianças nao sabem fazer o distanciamento social. Estes dias encontramos com uma amiga da minha filha de 5 anos na rua e antes que falassemos qualquer coisa as duas se abraçaram, um gesto lindo que as crianças nao compreendem o fato de nao poderem faze.lo.Tenho minha sogra que é tem 86 anos que mora comigo. 
3Como oficial, já estou presencialmente.
4A vida é mais importante do que dinheiro… nós professores estamos trabalhando mais do que presencialmente… colocar nossas vidas em risco, da nossa família e das crianças não vale a pena… acho incrível como o governo está levando essa situação como se fosse brincadeira, mas não é! Um absurdo!!! 
5Todos os países que tiveram o retorno das aulas tiveram o índice elevado de novos casos da doença. Pra que correr esse risco de passar por isso aqui no nosso país também.
6Como tenho uma filha com bronquite, retornando às atividades vou ser obrigada a deixá-la com minha irmã, que está em isolamento de forma consciente, e só poderei vê-la quando tudo isso acabar. Não a colocarei em risco.
7Acredito ser extremamente perigoso a volta às aulas.
8Nesse monenro entendo que é muiro perigoso colocar criancas tao pequenas de vta as escolas. Com crianças nao tera como os educadores garanrirem oa protocolis. Criancas vivem proximos uma das outras, colocando brinquedos na boca, entre outros.
9Penso que retornar sem a vacina será muito arriscado.  Certamente a contaminação atingirá  números grandiosos. 
10Eu entendo que, visto que já nos encontramos no mês de Outubro faltando menos de 3 meses para encerrarmos o ano letivo, não há nenhuma possibilidade de nesse período recuperarmos tudo que foi perdido, então acredito que o mais prudente seria terminarmos o ano assim como estamos e nos prepararmos para um bom planejamento para o ano seguinte, aí sim com uma visão voltada em recuperar o amenizar os danos desse ano.
11Lendo as matérias, de veículos confiáveis da mídia, sobre o retorno e posterior fechamento em outros países, fico pensando que a melhor opção é aguardar até fevereiro de 2021. Aguardar fazendo pesquisas sérias a respeito, mesmo que os profissionais necessitem  cumprir suas jornadas presencialmente, sem as crianças.
12Penso que é muito arriscado voltarmos as aulas,  este vírus é muito sério, estamos falando de VIDA!.Esta semana durante um encontro com um aluno pelo Meet (Sindrome de Down) ele estava superrr bem, porém a mãe afirmos que estava com COVID (aluno assintomatico). O retorno me prwocupa muito!!!!
13Eu tenho duas filhas com asma. O que me preocupa além da contaminação será ter que trabalhar muito mais, pois acredito que a secretaria de educação não pensou em quem dará aula para os alunos que ficarão em casa. Vamos ter que trabalhar presencial e o ensino remoto quem vai ministrar? 
14Se for obrigado a volta terei que fazer, estamos todos inseguros e preocupado com o possível retorno. Os protocolos de segurança não é garantia para ninguém, infelizmente ainda não conseguimos combater com eficiência essa doença e a volta só fará aumentar os índices. 
15Minha maior preocupação é ir trabalhar e me contaminar e trazer para a casa o vírus visto que meu marido tem 66 anos de idade e tem várias comorbidades stent no coração/ válvula na cabeça ( já teve AVCH) / 50 % de função renal .
16Divisão das crianças, mas o prof será o mesmo para todos.
17Estamos em meio a pandemia, os números ainda não permitem um retorno seguro. Sugiro a volta apenas em 2021, pois o foco principal é a saúde dos nossos alunos e funcionários, e seus familiares.
18Se falo muito em retorno, porém até agora não se fala de formação nem orientação quanto aos protocolos sanitários que tanto precisamos. Sem conta a falta de estrutura e de espaço externo da minha unidade escolar, que impede o distanciamento entre as crianças/turmas tanto nós espaços internos quanto nos externos. Um descaso total por parte da SE.
19Acredito que para nós, alem do teste, também seria obrigatório o teste nas crianças e refazer o teste. NÃO estou a vontade de voltar sem a vacina.
20Todo funcionário será feito exame de Covid antes do possível retorno? Se pegar Covid na escola, como vou provar? Vai ser Cat?
21O Brasil está com um dos maiores números de infectados no mundo e se comportando como se nada estivesse acontecendo. Crianças sem máscaras, pessoas utilizando máscaras de maneira errônea ou simplesmente não utilizando. Minha filha não retornará a escola. Creio que estar na Educação Infantil e Creche sem tocar em qualquer criança por medo, causará um grande trauma para.essas.criancas. Eu me completarei com muita cautela, sem beijos, sem toques e s.em abraços, pois só saio de casa para ir a um supermercado Sonda, ao lado da minha casa. .
22momento de refletir sobre a segurança de todos 
23Já tivemos provas suficientes em outros países que pode aumentar a contaminação. Eu não quero me arriscar. Minha vida também é importante.
24Tenho uma bebê e tenho medo de retornar neste momento devido ao caos q estamos vivendo. 
25Não é prudente a volta as aulas, irá por em risco a equipe de educadores tbm, muitos são do grupo de risco, e as crianças segundo a pesquisa 66% são assintomáticos e o que irá acontecer? Contaminação em massa!
26Parabéns pela inciativa!!!
27Estou com muito receio dessa volta. O pensar sobre está me causando crise de ansiedade, estou sendo medicada por conta disso
28O aluno/ família tem a opção em retornar presencialmente.E o professor tem esta opção? 
29Na verdade não parei de trabalhar pandemia, inclusive atendendo a comunidade escolar até com entrega de cestas basicas
30Não só favorável ao retorno as aulas estão colocando as nossas vidas e dos nossos em risco.
31Sem vacina não existe possibilidade de retorno
32No fundamental não tem como fazer os procedimentos necessário a para segurança de todos na a escola.
33A preocupa pela volta não pelo estudo dos alunos que está prejudicado e sim para que os pais tenham onde deixar seus filhos. O objetivo para a volta as aulas está equivocado.
34Acredito que, com os números de casos, ainda que estejam diminuindo, o retorno às aulas, é um risco gigantesco, pois a concentração de pessoas no espaço escolar é muito grande, e até o momento, não há informaçoes de protocolos bem definidos que se encaixem na realidade das escolas. Além do que, as experiências em outros países já nos mostram a inviabilidade de um retorno sem vacina, ou seja, o real controle da doença.
35Não podemos expor os alunos, as famílias e a nós mesmos e nossas famílias ao vírus.
36Por ter pessoa na família no quadro de risco, fico muito preocupada com essa volta. Principalmente porque a essa altura do campeonato, com retorno escalonado isso de poucoafará diferença na vida escolar do aluno colocando os e a nós em risco por tão pouco, sou por esse motivo sou contra, de que adianta ir a escola?! 
37Faço parte do grupo de risco, e realmente acredito que não consigo voltar mesmo dizendo que as normas estão sendo cumpridas. Isso é impossível principalmente dentro da educação infantil. Grande risco para a equipe docente e alunos, pois ainda não temos um controle dessa pandemia 
38Nao sou a favor do retorno devido saber que se as aulas retornarem correremos grandes riscos de contrair a doença. Nao sonto segurança nesse retorno por saber que as escolas não sao preparadas para estes protocolos, tendo em vista, que por muitas vezes nos falta sabonte para lavar as mãos, álcool para higienizar o ambiente e ate falta de água ocorre na escola, fora a limpeza que por muitas vezes fica à desejar.  2 meses para o termino do ano e realizar um retorno, creio que não reverta os prejuízos ja causados pela interrupção das aulas, além do que, eu como mãe, nao enviarei minhas filhas a escola e assim como eu, várias mães seguirão da mesma maneira. Eu tenho cumprido minha parte no isolamento social, até  mesmo depois da flexibilização da reabertura e por esse motivo, nos  mantemos seguros e sem a doença e tenho ctz que com esse retorno, eu e minha família, não conseguiremos nos manter mais nessas mesmas condições e se me mantenho assim até  hj é para a proteção dos meus pais e sogros que são idosos e por tds as pessoas que convivem comigo que fazem parte do grupo de risco. Se as aulas voltarem e eu contrair essa doença e transmiti-la para os meus pais e algum deles vierem a falecer, eu jogo essa culpa em quem? A prefeitura vai se reponsabilizar? Particularmente não  gosto do home office, porém tenho consciência que nesse momento este ainda é necessário e é importante frizar que nesse momento estou trabalhando muito mais do que qd trabalhaba presencialmente, mas mesmo assim, essa medida até o momento ainda se faz necessária. Estamos lutando pelas nossas vidas! 
39Não me sinto segura para o retorno tenho imunidade baixa pego 2 trens 1 metro e 1 ônibus para chegar ao serviço.
40Não concordo com o retorno, mas preciso trabalhar então caso fique definido assim eu não teria outra opção, apenas voltar ao trabalho.
41Não estou afastada, mas pertenço ao grupo de risco, pois tenho asma, bronquite e pressão alta. Sem contar que moro com minha mãe de 70 anos e uma prima grávida.
42Acredito que seria imprudente o retorno às aulas, antes da vacina. Educação escolar, mesmo com algum atraso, atrasada ainda é melhor que vidas perdidas.
43Espero que não voltamos esse ano para segurança de todos, ano se recupera , já vidas não!!
44Meu esposo está no grupo de risco, pois é hipertenso, temo pela vida dele. Temos que esperar a vacina para termos a segurança de vidas sejam salvas.
45Sou contra o retorno às aulas antes da vacina. Até pq não haverá funcionários suficiente para atender a demanda que, com certeza, será grande, pois sabemos que é improvável que todas famílias respeitem os horários ou dias de escalonamento, e nós que estamos na escola sabemos a dificuldade em entrar em contato com as famílias caso necessite buscar uma criança com sintomas de covid-19 ou que tenha ido no dia ou horário que não está escalado. Além do fato de que crianças na idade de creche e da educação infantil não tem noção dos cuidados e protocolos a seguir e sabemos que a culpa de uma possível contaminação cairá sobre nós educadores. E se eles aprendem através de interação e brincadeiras, qual o sentido do retorno? Sabemos que esse retorno seria apenas para suprir as necessidades das famílias e dos empresários.
46Acredito que o retorno das aulas deveriam ser pensado para próximo ano. É arriscado demais esse retorno para todos professores, crianças e famílias.
47É muito arriscado o retorno às aulas.Nao se pode colocar em risco a vida dos funcionários e das crianças. 
48Pensando na questão do cuidado com a vida de todos não deveríamos voltar, mas como meu marido está desempregado e sou a única fonte de renda, não teria outra opção.
49Se for para voltarmos que seja com a  segurança de todos
50Sou di grupo de risco e estou me cuidando, tentando evitar a contaminação eu e minha família, temos 
51Retornar presencialmente é por em risco toda uma população, eu acho nessa altura do ano letivo, totalmente irrelevante e incoerente um possível retorno. Um retorno com no máximo dois meses de aula acrescentará o quê? Acho uma insanidade essa possibilidade!
52Ja estou trabalhando, mas acredito que as crianças não devem retornar esse ano
53É preciso estabelecer critérios e organizar, como os profissionais estarão na escola, planejando e ensino e continuando com o ensino remoto. E mais nenhuma escola foi adaptada até o momento para esse possível retorno.
54Acredito que as autoridades e toda a comunidade precisam estar atentos e considerar que a volta às aulas, neste momento mesmo com protocolos, não é algo tão simples assim, pois se para muitos adultos é difícil manter o distanciamento necessário imaginou os pequenos, é um ato que poderá colocar em riscos muitas vidas, das crianças, dos adultos e de muitos idosos. acredito que se deva pensar em alguns investimentos para que possamos terminar o ano de forma online, para que todos possam ter acesso ao trabalho; uma volta impensada pode significar um retrocesso muito grande inclusive para toda a sociedade que neste momento ainda estão retornando aos poucos para sua rotina, retomada econômica dentre outros fatos, podemos viver um efeito dominó muito perigoso para todos.
55A realidade da escola nao permite o retorno pois é muito dificil controlar as crianças com as regras sanitarias para o atual momento.
56Ano letivo se recupera ! Vidas não 
57Não posso voltar às aulas presenciais. Tenho atestado de comorbidade por ser hipertensa, diabética e já tive embolia pulmonar. Creio que o retorno ainda é arriscado. 
58Levando em consideração os dados das pesquisas que apontam que boa parte das crianças que contraíram o vírus são assintomáticas, por motivo de segurança e saúde  o retorno às aulas presenciais neste momento não seria viável.
59Qual o canal oficial da VOZ dos educadores?
60Acho que não temos motivos e nem índices favoráveis para expor tantas pessoas e crianças a um vírus desta magnitude… Temos que preservar a saúde de nossos alunos e funcionários.
61Sem a vacina, não tem retorno!  Sabemos que as escolas públicas não tem a mínima condição do retorno. Sabemos que nem material que precisamos no nosso dia a dia nós temos direito, pois sempre falta alguma coisa e fica por isso mesmo. Como será com o material necessário devido a pandemia? No começo pode até ser que se tenha tudo mas depois vai cair no esquecimento novamente e ficaremos expostos. Por esse motivo só volto, caso tenha vacina pois minha saúde e vida não são meras estatísticas. Mesmo trabalhando o triplo em casa, devido as demandas das escolas. Prefiro priorizar minha saúde!
62Tenho um bebê de 5 meses e 1 de 2 anos e 5 meses, terei que deixá-los com minha mãe, hipertensa e diabética e não posso correr o risco de contamina-los
63A cobrança é sempre unilateral, ou seja , sempre se cobra ações e o trabalho do professor. Mas, e as prefeituras? O que eles se comprometem q fazer pela segurança sanitária das escolas?? O que fornecem de estrutura para famílias e profissionais??
64Estou trabalhando todos os dias desde o inicio da pandemia presencialmente, mas acjo que as criança correram um geande risco e consequentemente os.professores e os familiares também  
65Quem tem em sua residencia idosos ou outros inseridos no grupo de risco é  deve ser considerado grupo de risco e transmissor , disseminador potencial
66O recomendável é o retorno somente em 2021 com  estrutura da pmsbc p assegurar os protocolos nas escolas.
67Não entrei como grupo de risco, mas tomo remédio de pressão e colesterol. Caso retorne as aulas, como trabalho no berçário haverá um maior risco pra mim e tenho muito medo de ficar doente, pois cada organismo reage de uma maneira diferente perante esta doença. 
68NÃO há condições de retorno. Se todos voltarem ao trabalho , retornar às  aulas presenciais. Todos vão  ficar doentes. As crianças são assintomáticas vão passar para as famílias.  Vai aumentar o número de mortes. É muita tristeza.  
69Sem vacina não tem segurança. O risco é muito grande.
70Diversos temas são abordados dentre eles os profissionais de educação a forma de acolher as crianças, o auto cuidado dos profissionais, sofrimento infantil, fantasias que estão sendo nutrido, aspecto sociais do Brasil qual o papel da escola. Combater as fantasias de que as crianças são resistentes ao vírus, as crianças também são vulneráveis, onde existe a ameaça alguns estudos onde mencionam taxas de contaminação da covid -19 na faixa etária das crianças e adolescentes. Por ser ano eleitoral a polarização política a respeito da reabertura das escolas é um debate que existem com diversos interesses , não existe uma resposta única devido ao pais ser de dimensões continentais e suas diversidades, cada família tem realidades diferentes, crianças que tem todas as necessidades supridas inclusive as emocionais e seus privilégios , assim como tem crianças que falta comida na mesa dentre as violências domésticas por este fator que NÃO existe a resposta única onde não existe certeza de absolutamente nada, grande parte é especulação, estamos sendo convidado a uma reorganização de vida fazendo de forma correta e cautelosa seguindo certos protocolos. Crianças que estão sofrendo em varias dimensões com ameaças e violência de próprios familiares, isso gera vários desdobramentos de varias ordens, um projeto de retorno precisa ser muito bem estruturados e estudado deve levar em conta as famílias dos profissionais e os próprios profissionais, direitos sociais e humanos e analisar os impactos. A educação infantil tem o compromisso com desenvolvimento integral da criança, porem as escolas possivelmente não está pronta a receber a demanda, devido as necessidades de insumos básicos como sabão, álcool em gel, mascara, entre outros itens como treinamento com profissionais. POR ESSES MOTIVOS O IDEAL SERIA AGUARDAR A CRIAÇÃO DA VACINA PARA IMUNIZAÇÃO DA POPULAÇÃO, PARA EVITAR MORTE ENTRE AS FAMÍLIAS CARENTES.
71É preciso avaliar melhor os índices de contagios e mortes, julgo que o processo escolar desse ano já está ocorrendo, de forma remota, mas está sim… precisamos estudar melhor uma forma eficaz de retorno para o próximo ano. Abrir escolas este ano é agravamento.
72Sem vacina não dá!!! O risco ainda é muito grande, quem vai nos garantir toda segurança necessária??
73Acho desnecessário um comentário sabendo q esse vírus NÃO acabou,  meu amigo foi enterrado essa semana pq morreu lutando contra essa COVID e estão querendo expor nossas crianças a tal situação 
74Apesar de não ser do grupo de risco e não ter em minha casa pessoas do grupo de risco, não quero voltar, porque entendo que o combate ao covid é uma ação que passa pelo individual, mas, sobretudo, de caráter coletivo. Tanto que eu evito sair de casa a não ser em casos extremos. , 
75O risco é imenso. Criança não é máquina, eles não terão distanciamento e nós, educadores estaremos expostos, pois no cuidar e educar não cabem tais protocolos…Nossa saúde física e mental é essencial no trabalho com crianças.
76Eu voltando colocaria toda minha família em risco. Poderia ter um meio de acesso à internet para nossos alunos.
77Não tem condições .
78Voltar de forma segura somente com a vacina.
79Já estamos trabalhando de forma escalonada.
80Referente  a pergunta anterior sou do grupo de risco. Mas, atuo na ativa.
81Acho arriscado um retorno agora. 
82Só retorno depois da vacina.
83Queremos voltar sim…mas com segurança sem medo…
84Acredito que nós professores estamos ainda vulneraveis para uma possível  volta presencial. Ja que nosso contato é direto com os alunos, sendo impossível manter um distanciamento do aluno. Seria seguro nosso retorno com a vacina ja estabelecida e com um controle maior da pandemia, que não é o caso no momento 
85Precisamos criar grupos de trabalho agora em outubro para planejar as ações educacionais e adaptação curricular para o próximo ano.
86Não existe possibilidade de retorno. Ainda estamos em descontrole da doença.  Nós professores continuamos o processo educativo online ou com apostilas impressas. Estamos utilizando nossos recursos e equipamentos para o trabalho. Valorizamos a Vida! Nenhum a menos. 
87Sou do  grupo de risco
88Escola é gente, não há protocolo capaz de distanciar as crianças na escola. Infelizmente não existe segurança nesse momento para o retorno. 
89Infelizmente não estão ouvindo os professores e demais envolvidos diretamente no que tange ao atendimento presencial dos alunos. No meu caso, moro com minha mãe de 73 anos que é do grupo de risco. Como assumir esta responsabilidade de poder ser o transporte do vírus para casa??? Eles DEVEM nos ouvir também.
90O reveillon foi cancelado, shows foram cancelados e tantas outras, e a escola tem um número grande de alunos e funcionários  irão voltar para trazer riscos para os alunos, profissionais da escola e principalmente os familiares que tem idosos, visto que as crianças itiam levar o vírus para casa e contaminar aqueles em situação mais frágil. 
91Penso que as aulas so deveriam voltar quando estivesse disponivel a vacina
92O retorno às aulas sem uma vacina é muito arriscado para todos!
93É muito complicado pra quem trabalha com 2 matrículas esses “horários escalonados”. Estou trabalhando não 60,mas no mínimo umas 90horas semanais. Mas pelo menos em um único local (minha casa “raras vezes na U. E.”). Não consigo nem imaginar indo para as 2 U. E. e ainda trabalhar remotamente. É pra pirar. mente
94Não voltar em meio a pandemia é salvar vidas.
95O isolamento por doença crônica vai até 31/12, em caso de retorno das aulas os profissionais do grupo de risco continuarão afastados? Em caso afirmativo, como suprir a falta desse pessoal?
96Acho arriscado saúde em primeiro lugar
97Não tenho filhos menores mas meus netos moram comigo que faço parte do grupo de risco.
98O virus ainda circula pelos ares, sinto medo
99Mãe de 81 anos no grupo de risco que mora comigo
100Não vejo meios de voltarmos as unidades escolares esse ano. Precisamos ser ouvidos.
101Na minha opinião ! Enquanto nao surgir vacina a insegurança e os riscos prevalecem
102Favorável à imunização (vacinar) da população antes do retorno às aulas.
103Minha filha não vai retornar às aulas presenciais este ano, mas tenho receio de voltar e trazer para minha casa essa maldita doença. Há muito tempo para aprender, vamos preservar vidas nesse momento!
104Como mãe, não mandarei meus filhos para a escola, como professora tenho medo de levar o vírus pra casa , principalmente por ter um filho diabético.
105A saúde em primeiro lugar, conteúdo se recupera de diferentes formas . 
106Só quero me sentir segura e saber que todos o grupo escolar também estará em segurança.
107Sem a vacina não tem retorno com segurança.
108Nao acho viavel o retorno, principalmente nas creches onde e kmpossivel manter distanciamento.
109Não concordo com a volta às aulas este ano pois não vão garantir o ensino e o dinheiro gasto com os materiais para cumprir os protocolos podem ser economizados para a melhoria do ensino em 2021
110Não acredito que essa é a melhor hora de retornar…. Nossa cidade é o segundo maior índice de mortes de covid no abc. Retornar às aulas agora é por em risco nossas Crianças e profissionais
111Seria bom esse retorno depois que estivéssemos vacinados
112A escola é  habitada pela alegria, liberdade, melhor amiga, melhor amigo, descobertas, cantoria. Não há espaço para o medo e a insegurança. Esse é o direito que a crianca tem: escola lugar de vida!!!
113estou cansada de trabalhar por tres periodos para prefeitura
114Estou trabalhando presencialmente desde o dia 13/4. Atendimento ao público com entrega de atividades impressas e demais demandas. Porém, se houver retorno sem vacinação, não me vejo apta a continuar nessa função. Sou obesa e hipertensa, tenho minha mãe em casa com 80 anos e não pretendo correr esse risco. 
115Gostaria de saber quem irá comprar os materiais como máscaras para os funcionários sendo que as orientações é que haja troca a cada duas horas? 
116Fiz uma cirurgia há 9 dias e estou bem apreensiva se retornar o ensino presencial. 
117Nao gostaríade retornar,  nesse momento pois colacaria minga vida em risco dos meus familiares.
118Não gostaria de voltar a trabalhar presencialmente porque name sinto segura.
119O mais recomendável seria voltarmos as atividades presenciais apenas após a imunização de todos com a aplicação da vacina. Não temos o direito de arriscar perder nenhuma vida!!!.
120Nao tive tempo hábil para coletar indicação médica de comorbidade. Comecei a controlar pressão com medicação em fevereiro e tinha consulta com cardiologista em março. Esta consulta foi cancelada pelo convênio devido ao isolamento. Remarquei, mas não consegui passar até a data limite dada pelo RH. 
121A volta será opcional para os alunos, e para os educadores com filhos pequenos , é justo eu ariscar levar o vírus pra casa diariamente? 
122Muita preocupação com todos
123Retorno somente quando houver vacina
124O aluno não vai recuperar nenhum conteúdo em dois meses, mas em dois meses ele pode arruinar a vida da família, perder a vó,  e nós professores também,  uma vez que estamos fazendo um ótimo trabalho remotamente,  deveria continuar assim. 
125Além da questão da contaminação, temos a readaptação de professores que terão que trabalhar com alunos na plataforma virtual e com os que estiverem em sala. Escolas e governo pensaram nisso? Somos apenas um com uma demanda exagerada de cobranças e ainda teremos que nos desdobrar para atender virtual e presencialmente.
126Minha filha menor de idade ficará sozinha em casa, pois não permitirei que ela volte para a escola em período integral.
127Acho que a idéia de retornar as aulas presenciais faltando poucos dias letivos desnecessário e irresponsável. 
128tudo isso desde que haja  colaboração de todos na unidade escolar,sendo assim,se formos tbm respaudados com os materiais  necessários ao uso de todos  para nos prevenir da contaminação pelo covid 19
129Apesar de não concordar com o retorno, sou cumpridora dos meus deveres profissionais e cíveis. Considerando que muitos colegas não poderão retornar, por fazerem parte do grupo de risco, considero necessário que eu volte. Porém bastante apreensiva, pois não acredito que a rede que trabalho, já possua estrutura adequada para execução dos protocolos essenciais para o retorno seguro, tanto das crianças como dos funcionários em geral. E a questão psicológica das crianças não terem direito a interação social que convém a uma instituição de ensino…isso será chocante. Fora a cobrança desnecessária de um currículo que nunca deixou de ser trabalhado, mas de forma completamente diferenciada, portanto gera um resultado diferente também, de aprendizagem. Gostaria de estudar outras opções, com possíveis ações coletivas. Sobretudo que valorizem o amor as vidas. De todos nós.
130Ja tenho meu ‘afastamento’ publicado no NM, a partir da declaração médica enviada.
131A volta as aulas neste momento só seria possível, se o governo disponibilizasse equipamentos e adequações de seguranças válidas.
132Esse ano as aulas deveriam continuar remotas, para não colocarmos as nossas famílias em risco. 
133Acredito que voltar às aulas é aumentar os casos de covid e número de mortos. 
134Não serão em 2 meses que vamos recuperar as perdas do ano. Outros países retornaram com as aulas e voltaram atrás. O retorno no próximo ano é mais seguro, uma vez que o número de contágio e mortes está reduzindo.
135Um mês ou dois de aulas, não tem êxito , diante dos riscos que teremos
136A volta às aulas será um grande erro. Sem vacina, não há porque voltar. A manutenção da vida e da saúde são primordiais. 
137A aprendizagem se recupera, mas vidas não. 
138Sou professora de creche e não há como realizar o atendimento sem colocar em risco educadores, crianças e familiares. As famílias também estão preocupadas e não irão aderir ao retorno às aulas neste ano, sem a vacina. Estão inseguras, assim como todos nós.
139Se as aulas voltarem não terei com quem deixar meu filho, pois ele é de risco e não poderá ir para a escola
140Volta às aulas somente com vacina
141Eh genocidio voltar sem vacinaçao eficaz
142Me preocupo com a faixa etária que trabalho e o número de colaboradores da equipe de apoio, pois é insuficiente para atender a demanda dos protocolos exigidos
143Modalidade de creche é difícil as criancas dicarem dd máscaras,  de nso ter cobtato físico e de manter distanciamento.
144As aulas presenciais ainda é um risco para o profissional e para as crianças, pois ainda está ocorrendo casos de coronavirus. Eu acho muito delicado voltar ás aulas com as crianças correndo esse risco de contaminação.o
145Precisamos de muitos cuidados com a higiene e conscientização de todos. Se tivermos os recursos necessários e treinamento podemos tentar retornar, mas a manutenção deve ser todo tempo. Mais colaboradores para ajudar com as crianças e atenção para a higiene constante. Preocupada em retornar sem a vacina e crianças são desatentas com muitos pontos no início. Levaremos um tempo até tornar-se um hábito. Cuido do meu pai que é idoso (73 anos), diabético, amputado bilateral que necessita de cuidados diários. Receio, com todos os cuidados possíveis, passar algo pra ele. Cuidado intensivo! Quero muito retornar às atividades escolares presenciais, porém sem condições para o momento.
146Acredito ser inviável este retorno para satisfazer a economia. Fizeram (Governantes) tudo errado desde o princípio e agora querem correr atrás do prejuízo. Nos faltam subsídios de inúmeras formas em tempos “normais”, imagine em tempo de pandemia. Quem conhece a realidade da educação sabe que voltar sem imunização é correr riscos demais. Como manter distanciamento entre crianças e crianças, crianças e educadores, educadores e educadores na creche? A gente não controla infestação de piolho, como controlar um vírus invisível a olho nu?  
147a saúde dos professores importam
148A volta as aulas é necessária, mas a preservação da vida é essencial. 
149Pelo portal do servidor eu estarei afastada até 31/12/2020 devido idade
150Os alunos deficientes tem comorbidades como retornar as aulas.Agora faltando 2 meses pra acabar o ano.
151As aulas presenciais não deveria voltar, pois tem que ter a vacina é muito perigoso, voltando as aulas no meu ponto d vista irá morrer muita gente.
152Tenho medo de voltar a trabalhar com essa pandemia e ficar doente, pior passar a doença para minha família
153Já estamos terminando o ano e com aula remota, não há necessidade de nos arriscarmos
154Acho que ainda não é momento de retorno a um espaço que como todos sabem ensinamos a Socializar, os alunos do primeiro ano, a turma menor, terão dificuldades em manter distância e não se tocar. 
155Como conseguir que crianças pequenas sigam protocolos que vão contra tudo que trabalhamos na Pré escola?
156Sem a vacina não é possivel voltar. 
157Somos humanos também e também temos familiares no grupo de risco. Ninguém nos dão ouvidos nessas pesquisas. 
158Que as decisões do governo municipal sejam pautadas pela defesa da vida! 
159O retorno às aulas devem acontecer quando houver real possibilidade de não transmissão do vírus ou pelo menos vacina que o coiba.
160Acredito que não valha a pena voltar antes da vacina, pois o risco de contaminação é grande. 
161Acho que não tem necessidade do retiro as aulas presenciais pois estamos trabalhando ativamente é um risco na educação infantil uma vez que seu desenvolvimento é por meio da interay, e as crianças sendo assintomática transmitem o vírus.
162Empatia não deveser um discurso vazio.
163Crianças são vetores. Elas podem nem apresentar quadro gripal mas ter o víruse trnsmitir
164Um país que não leva a Educação a sério, é claro que a Ciência é irrelevante, em Wuhan, retornaram dia 01 de setembro, após ser diagnosticado o último caso em maio, sem nenhuma outra infecção após esse episódio, aqui no Brasil a curva não cai, e o ideal, segundo a ciência era que houvesse uma queda imediata ao pico, e isso não acontece, de nada vale minha pesquisa, meu conhecimento, o conhecimento dos cientistas, num país onde o presidente compra o maior estoque de um remédio que está CIENTIFICAMENTE sendo comprovado que os resultados nãoo  o
165INFELIZMENTE A REALIDADE EM QUE ESTAMOS VIVENDO É ALGO JÁ MAIS IMAGNADO A SITUAÇÃO NÃO É DAS MELHORES  PENSANDO EM VIDAS E QUE ESTAMOS DE FRENTRE COM O INVISÍVEL QUE MATA E JÁ MATOU MUITA GENTE FORMA ESTA TÃO  DOLOROSA, PERDEMOS NOSSA IDENTIDADE,  NOSSOS VINCULOS, MUDAMOS NOSSA ROTINA E NOS READAPTAMOS E NOS REINVENTAMOS CONSTANTEMENTE BUSCANDO FAZER  O MELHOR REMOTAMENTE PARA NOSSOS ALUNOS . COMO REMÉDIO CONTRA A COVID-19 SÓ TEMOS HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS ALCOOL ,AGUA E SABÃO, MÁSCARA E A NÃO AGLOMERAÇÃO. VOLTAR AS AULAS É  IMPOSSÍVEL DIANTE DA SITUAÇÃO. 
166Passei fazer parte do grupo de risco em 26 de agosto e o departamento da pmsbc que cuida deste assunto disse que o prazo para entregar o atestado já terminou .Deixo a pergunta então GRUPO DE RUSCO TEM DATA PARA SER ?
167Se retornam as aulas não tenho opção a não ser voltar mas, gostaria de retornar quando realmente fosse seguro… Pois neste momento não vejo ninguém se cuidando… NÃO gostaria de ser exposta sem necessidade…
168Meus pais moram comigo e tenho 2 filhos de 8 e 5 anos  não enviarei eles a escola, meu pai teve covid e ficou internado em Hospital de  campanha,minha mãe também já é maior de 60 preciso preservar minha família
169as famílias já estão organizadas com seus pequenos, um sistema de rodizio e nova adaptação da criança na creche só irá trazer maiores desconforto para estas famílias. NÃO EXISTE EDUCAÇÃO  SEM COLO SEM CONTATO FISÍCO NA CRECHE.
170Volta as aulas só  com vacina e segurança.
171O foco principal deve sera a segurança de toda a comunidade escolar. Retornar às aulas antes de todos estarem vacinados é arriscar a saúde de todos. Trabalhamos com crianças, como fazê-los usarem máscara o tempo todo? Há o risco deles estarem com alcool nas mãos e passarem nos olhos sem querer além de termos que manter distância das crianças e entre elas… Seria terrível para o psicológico dos alunos e um risco de maior contaminação para todos nós.
172Nao achao que devemos voltar, o ano ja esta acabando e o risco ainda é grande.
173Eu voltaria a trabalhar sim,mas as crianças que voltarem são as mas vulnerável a covid,são as mães que trabalham,muitas crianças da escolas vivem mas seu tempo na rua o bairro tem famílias que moram em galpão são aglomerados,este e o medo que nos funcionários de risco teme,alguns pais não vão mandar seus filhos só depois que forem vacinados ou não tiver mas perigo 
174Além das minhas comorbidades, moro com minha mae de 88 anos , meu  esposo com 67 anos.
175Estamos em uma situação bem complicada, pois sabemos que a Pandemia ainda esta longe de acabar. Temos também direito a vida e a saúde em todos os sentidos, ou seja, física e mental ( Carta Magna). Estamos também diante de falta/racionamento de água nos reservatórios, em alguns Municípios já começou. Como é que o retorno às aulas será possível diante disso também, pois sabemos que lavar as mãos faz parte dos protocolos sanitários. Realmente tem que ser bem pensado e bem posicionado. Agir pela razão, tendo como base a VIDA, pois sem ElA não há motivo para estarmos discutindo qualquer assunto, isso é fato. VAI DAR TUDO CERTO E LOGO TUDO ISSO VAI PASSAR, CLARO QUE QUEREMOS ESTAR VIVOS E COM SAÚDE, NÃO SÓ NÓS. MAS NOSSOS FAMÍLIARES, AMIGOS, INIMIGOS, ETC. QUE SEJA TOMADA A MELHOR DECISÃO NESSE MOMENTO E NÓS SABEMOS QUAL é…Obrigada! 
176Infelizmente na creche nao consigo visualizar o retorno de forma segura. As crianças são muito pequenas (0a 2 anos), necessitam de cuidados que exigem muito contato físico. 
177Para além de toda a questão de abrir uma nova frente de contágio (por meio das crianças, que serão poderosos vetores de propagação do vírus) em final de ano, véspera de novas eleições, há de se pensar os ganhos pedagógicos efetivos num retorno gradual e rotativo, que não normalizará as condições de aula até o final do ano. Ainda é válido lembrar que, no momento, já se vislumbram vacinas em teste e possível definição de um calendário de vacinação para o próximo período letivo.
178A escola tem peculiaridades e um movimento inerente ao processo educativo que os protocolos de retorno trazem a necessidade de um contingenciamento das crianças entre si que tornará o ato de educar uma ação de controladoria que, talvez professoras e professores não darão conta assim se colocará em risco a vida e  a saúde de crianças, profissionais e todos os familiares desse ciclo. 
179Acho que um retorno neste momento pode tornar em vão todo o tempo de isolamento que respeitamos, exposto ao risco diversas famílias, ameaçando anular todas as conquistas na diminuição de casos.
180Meu filho de 4 anos é grupo de risco. Ele não retornará à escola, então ou meu marido ficaria com ele ou ele teria que ir para os avós maiores de 60 anos 
181A minha opinião aqui registrada não é só como profissional da educação que sou mas também como profissional da saúde sou Farmacêutica e acredito através dos estudos que fiz e da prática que trago que a imunoterapia através da vacina seja nossa única segurança, tanto para profissionais quanto para crianças e familiares. Não vejo razão de não assumirmos o ano de 2020 como atípico que foi e reestruturarmos os anos seguintes para sanar as lacunas do ano de 2020. O retorno às aulas nas condições sanitárias que ainda nos encontramos sem uma vacina, só aumentariam os prejuízos para as já chamadas futuramente de geração pandemia.
182Estou afastada em home office por ser portadora de HIV e ter problemas respiratórios
183Penso que a volta é necessária para o apoio emocional dos alunos e professores, desde que esses não estejam em grupo de risco. Além disso, penso que há muitas crianças em situação de vulnerabilidade, correndo riscos mais graves a sua saúde do o próprio corona vírus, sem a observação e fiscalização da escola. 
184Não acredito que os protocolos propostos serão seguidos.
185Sem condições de retorno sem vacina
186Trabalho revezando com outra funcionária e já me sinto insegura e exposta. Muitas vezes com meu psicológico abalado, pois tive casos de Covid-19 na família. Então não gostaria que retornasse as aulas antes de podermos receber uma vacina que garanta a nossa segurança. 
187Não me sinto segura para retornar ao trabalho presencial!
188Sou professora da Educação Infantil. Crianças de 3/4 anos. Os pais dos meus alunos nao querem o retorno das aulas presenciais, e sei que com essa faixa etária o distanciamento social e cuidados básicos é muito mais difícil. Estamos fazendo um trabalho online muito legal. Aulas pelo Zoom, vídeos, Google Sala de Aula. Voltar agora no final do ano irá prejudicar mais ainda o trabalho é rotina dos pais, crianças e de nós professores. 
189Acredito que as voltas as aulas não será favorável enquanto não houver vacina.
190Não é hora de voltar ! Volta só com vacina .
191A educação precisa voltar, pois a vacina demora e as consequências de não voltarmos serão piores que a própria doença
192Parabens pela iniciativa Marcelo. #tamojunto
193Sou do grupo de risco, mas não afastada por isso, afastada por depressão e ansiedade  desde agosto.
194Impossível fazer com que as crianças segam o protocolo sanitário
195Sabemos que na teoria “todos” os protocolos de segurança serão adotados, mas na prática a realidade é  outra. Colocar em risco a vida de milhares de funcionários e daqueles que convivem diretamente com eles, acredito não ser viável nesse momento, visto que,  temos exemplos de experiências que não deram certo nesse sentido e ainda não temos a vacina contra o vírus. Os números de mortes apresentados, não são só dados estatísticos, são VIDAS que se foram.
196Gostaria que a SE olhasse mais para Saude Mental e emocional dos professores, muitos estao se sentindo sobrecarregados e depressivos.
197Infelizmente nosso país não recebeu orientação adequada para cumprir o isolamento com responsabilidade, de modo que após 6 meses não tivemos melhora significativa na curva de vítimas do covid_19. Nós professores estamos trabalhando diariamente 9h por dia sem nenhuma regulamentação. Bares e academia já retornaram, logo, não vejo motivos para não retornar. 
198Não assumo os riscos, quem tem que assumir são os que liberaram a volta. Somos apenas funcionários. Pra quem conhece a rotina de uma escola, sabe muito bem que não é possivel seguir os protocolos com as crianças. 
199Sou aposentada, entretanto so posso ser solidaria com todos os setores da educaçao e com os alunos e familiares dos mesmos. Os riscos sao imensos. Absurdo que sejam ignorados.olidaria com os profissionais da educaçao
200devido ao cargo de auxiliar em educação ser de 40H semanais,gostaria muito que a Rede de Ensino de S.B do Campo,nos concedesse por direito a Readequação de nossa Carga horária  para 30H
201Se for obrigatório o retorno de funcionários e professores não tem muito que fazer a não ser aceitar. O prefeito não aceitará casos de insubordinação, passiveis de exoneração. 
202Sem vacina nao podemos voltar seria decretar pena de morte a milhares de pessoas
203É um descaso com os profissionais da educação o retorno das aulas. Temos famíliares, avós, pais, irmão com baixa imunidade devido a doença… Ficamos todo esse tempo trabalhando bastante e muitos pais mesmo que no presencial não dão o devido valor a educação de seus filhos, mas a família que se comprometeu, seu filho não teve perdas.Em três meses será apenas uma adaptação… Adaptação perigosa por sinal… Triste tudo isso , tantas vidas em jogo e o governo não escuta quem esta na linha de frente.
204Se todos os setores voltaram com as medidas de proteção necessárias, nao vejo porque o ensino presencial do fundamental em diante nao retornar  
205Essa questão deveria ser discutida mais profundamente. Creio que se uma vacina já está bem próxima de ser disponibilizada, seria mais prudente esperar ao invés de retornar e colocar em risco alunos, funcionários e famíliares das crianças
206Acredito que coletivamente ha que se ter uma ação junto ao MP SP
207Muito arriscado. Sem vacina. Nao estarei protegendo as crianças e nem ela a mim
208Olar! Tenho interesse. 🌝
209Não tem como as aulas voltarem sem vacina. E não me sinto segura com nenhuma ação.
210Referente a última pergunta: se não tiver outro jeito terei que retornar mesmo não sendo a favor, pois preciso do meu trabalho, no entanto tenho muito medo da contaminação, meu esposo é do grupo de risco e isso me preocupa ainda mais, infelizmente ainda não estou segura de que voltar nessas condições seja a melhor opção.
211Voltar às aulas nesse momento não é a solução, não podemos colocar as crianças, nós, as nossas e famílias das crianças em risco neste momento. Não é possível distanciamento social com crianças.
212A vida é uma só e ano letivo um após o outro. Os estados brasileiros que retornaram houve grande contaminação. 
213Sou hipertensiva controlada,  porém a medica NÃO acha necessário meu afastamento.  Porém moro com meus pais,  que são acima de 60 anos e estão num alto grau de risco.  Meu pai faz hemodiálise e minha mãe está em tratamento de carcinoma endométrio . Com qual tranquilidade voltarei para casa todos os dias após as aulas presenciais retornarem? 
214JÁ ESTAMOS NOS ARRISCANDO POR ESTARMOS TRABALHANDO PRESENCIALMENTE NAS SECRETARIAS DAS ESCOLAS, E SE RETORNAREM AS AULAS ESTAREMOS MAIS EXPOSTOS AINDA, INCLUSIVE NOSSOS FAMILIARES.
215Voltarei a trabalhar se voltarem as aulas presenciais,pois, creio que não será facultativo.
216Gostaria que nada disso estivesse acontecendo.
217vamos aguardar a vacina, é mais seguro para todos
218Colocarei meus melhores esforços na promoção da vida.
219Não poderei retornar, pois tenho asma
220Não acho correto voltar, pois já perdi uma pessoa em meio essa pandemia horrorosa e não quero colocar meus pais que são de risco, não acho justo morrer por algo tão banal, que é voltar a aulas, sendo que já estamos praticamente no fim do ano, com uma atuação afoita e quase irresponsável do governo 
221Acredito que é necessário a formação de umcomitê para ouvir os funcionários da educação, junto com as famílias e buscar possibilidades que sejam satisfatórias para ambos os lados.
222Ano letivo se recupera, vidas não 
223Como serão identificados as pessoas assintomáticas? Não existe possibilidade segura para o retorno 
224É muito complicado voltar sem pensar na quantidade de envolvidos, cada dia os números de óbitos e de contagiados só cresce. A população pfecisa ssr conscientizada sobre os riscos não só nas escolas mais todos ambientes públicoss
225Acredito que não  fará  diferença  recomeçar  as aulas nessa altura,do campeonato, ainda mais que a doença  não  deixou de ser contagiosa e nem sequer a cura para a mesma .Fui infectada duas vezes pelo covid e só  Deus sabe as dores que ainda sinto no meu corpo.  Tenho medo! 
226O primeiro indicativo para a volta às aulas presenciais é a diminuição do número de óbitos na cidade e isso não ocorreu segundo os boletins oficiais. Há outras ações que podem ser propostas pela prefeitura.
227Não tenho como me responsabilizar quanto ao distanciamento entre as crianças e muito menos quanto aos protocolos se serão obedecidos dentro do ambiente escolar. Já tive alunos doentes que os responsáveis não foram buscar e a criança ficou até o horário de saída, já tive alunos com escabiose e frequentou aula normalmente mesmo a gestão sabendo inclusive contaminado outras crianças, há já ficamos sem água na escola nem para beber ou dar descargas nós banheiros. Então posso voltar tranquila pois isso deixará de acontecer e ainda teremos os protocolos que provavelmente será seguido a risca. Inclusive com fiscalização! 
228Sem vacina testada corretamente, com eficacia comprovada, fica dificil falar em retorno. Meus filhos nao irao este ano.
229Devido a fazer parte do grupo de risco acredito que não serei chamada por enquanto
230Solicitei home office por saude, senao teria q voltar com os colegas
231A vida está acima de tudo, não temos como garantir que as crianças,familiares e educadores e seus familiares se contaminem. Um mês e meio de aula para trinta por cento das crianças inicialmente,não ira recuperar  um ano letivo. Em primeiro lugar a vida. Existe outras formas de atender essas famílias que não tem com quem deixar seus filhos, talvez um auxílio financeiro para que ela pague um cuidador, benefício oferecido com critério e acompanhamento. 
232Não aguento mais o ensino remoto, estamos sobrecarregados, prefiro voltar ao presencial, mesmo com os riscos.
233Creio que este seja um momento de ouvir todos os lados e pensar no melhor para o coletivo e não apenas um setor da sociedade.
234As experiências que as crianças acessam no ambiente escolar são caracterizadas pela convivência em grupo onde trocam afetividade, toque. Compartilham brinquedos e espaços. Nós educadores ensinamos e estimulados essa prática, demoramos anos para essas conquistas, agora iremos retroceder e falar para nossas crianças que esse não é mais o correto? Se for para a criança não viver o que de fato a escola proporciona, qual seria o intuito de um retorno?  
235Não  gostaria que tivesse o retorno antes de ter uma vacina.
236Penso que vivemos um grande dilema. O afastamento das crianças da escola é essencial para prevenir a proliferação do COVID, isso é um fato. Mas, há questões que não podemos ignorar: onde estão as crianças? O que estão fazendo? Com quem estão convivendo? Trabalhei presencialmente desde a entrega das cestas de alimentos e percebi que as crianças estão na rua, em situações vulneráveis. Não há uma solução razoável para resolver esse dilema. Enquanto servidores públicos e educadores precisamos, de alguma forma, nos comprometer com a proteção dos direitos das crianças, cobrando políticas públicas do município que garantam condições dignas de se viver a infância em tempos de isolamento social e evitando que as desigualdades sociais e econômicas assolem de vez o futuro de quem mais precisa da escola. 
237Manter opção de ensino remoto
238No momento não estou dando aulas. Quanto à volta às aulas tudo vai depender se está estabilizado e seguro quanto ao COVID-19.  
239Impossível aula na creche sem contato físico……ou os bebês farão as trocas de fraldas eles mesmos!!!
240O retorno nem deveria ser considerado antes da imunização de todos
241É urgente a avaliação e criação de uma equipe de intersecretarial e comunidade para criar as condições seguras de cada unidade escolar para retomada das atividades
242Nao acredito que os cuidados serao respeitados pela prefeitura já  que eles alegam não ser necessário usar luvas para a troca das criancas e assim nao  fornecem as luvas.
243Acredito não ser o momento ideal para o retorno das aulas e principalmente com crianças pequenas que o desenvolvimento está vinculado a interação e afeto. 
244Apesar de não fazer parte do grupo de maior risco. Somos todos frágeis nesta pandemia. 
245Antes de pensar num retorno as aulas presenciais as secretárias de educação de eram pensar nas estruturas físicas das unidades escolares e de o contingente de funcionários que estão disponíveis para atender essa demanda de retorno. As escolas de periferia principalme onde a capacidade de crianças são muito maiores e a estrutura das escolas muito precária em espaços físicos e provalmente onde mais retornariam crianças devido a necessidade dos pais do trabalho. Gora a capacidade de funcionários que serão reduzidas devido aos grupos de risco, grávidas e por idade. Pergunto nessa altura do ano, sem vacina, será que vale o risco?  
246Sao irresponsaveis os que acreditam  ser possivel retomar as aulas sem vacina, eu temo muito pela minha familia! Morre muita gente, e ninguem liga… Infelizmente o dinheiro fala mais alto! 
247Este já é um ano “perdido” embora ainda não tenha terminado,  cheio de incertezas, medos… Porém de muita fé
248 Não podemos colocar vidas em experiência  o governo federal tem o dever de oferecer segurança e condições financeiras.
249Deveriamos voltar quando tivermos tomado a vacina,pois estaremos colocando a nossa vida em risco como todas as pessoas que moram conosco.
250Não sou a favor do retorno das aulas presenciais, pois me preocupo com a saúde dos meus pais ( com asma crônica) e avós que moram em minha residência, que estão no grupo de risco  ( 89 anos e com sequelas de AVC e problemas respiratórios), mas gostaria de abrir meu coração, deixando aqui minha humilde opinião.  As diversas formações e cursos exigidos, as demandas gigantescas cobradas pela SE e pelas unidades escolares durante esse período de educação remota não está fazendo bem à nenhum funcionário, gerando muita tensão, sobrecarga de tarefas, cansaço emocional, o distanciamento de nossas famílias, mesmo dentro de casa, pois temos que “dar conta”, entre outros. Acredito que, expondo esse sentimento, não só meu, mas de vários funcionários e amigos, a equipe responsável o consideraria com empatia e olhar sensível à esses pontos, e quando as aulas presenciais retornassem, teríamos professores e funcionários mais sadios e preparados para ensinar, auxiliar, cuidar e amar seus alunos, como temos feito até o presente momento, onde mantendo o contato diariamente com as famílias, por diversos meios de comunicação.
251A volta às aulas sem vacina é uma irresponsabilidade e uma incoerência, uma vez que só aceitamos matrículas de alunos mediante a cardeneta de vacinação. Por que agora vamos expor as crianças, suas famílias e nós educadoras no meio de uma pandemia? Podemos continuar prestando nosso serviço à distância, para segurança de todos. 
252Não tem condições de retorno colocando em risco a vida da minha família

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s